Por Eliete Squerzzato Bechi Em Saúde

Principais cidades turísticas da serra fecham pousadas e locais de visitação

Confira as principais mudanças nas cidades turísticas da região!


Morro das Antenas, em Urupema, está fechado para visitação (Foto: Marleno Muniz / Prefeitura de Urupema)


A Serra Catarinense está praticamente fechada para o turismo. No início desta semana, mais cidades da região fecharam pontos turísticos e pousadas para tentar conter o avanço da pandemia. Com o movimento intenso do último fim de semana, prefeitos de Urubici, Urupema, Bom Jardim da Serra e São Joaquim tiveram que tomar medidas mais rigorosas, mesmo em alta temporada de inverno. A decisão trouxe preocupação para o setor do turismo, segundo a assessora de turismo da Associação dos Munícipios da Região Serrana (Amures), Ana Vieira.

— A classe empresarial viu de uma forma apreensiva a respeito do impacto econômico que essas ações podem dar. Mas, que o momento é um momento difícil para todos nós —, explicou a assessora de turismo.

O prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes disse que o fechamento para o turismo teve que acontecer devido alto fluxo de pessoas que estavam vindo para a região.

— Devido também ao número de turistas que teve esse fim de semana na serra, devido ao decreto que teve na região litorânea pessoal subiu a Serra. Nesse sentido a gente não pode absorver nesse momento, que é um momento de ficar em casa, que temos que ter o distanciamento social. Pensamos no sentido de evitar a sobrecarga hoteleira, de restaurantes, movimentação em praças nesse momento —, disse o prefeito de São Joaquim.

Segundo a Polícia Militar mais de 3 mil veículos circularam pela Serra Catarinense no último fim de semana. Houve aglomeração nos pontos turísticos e muitas pessoas não cumpriram as regras básicas, como o uso de máscara. A Serra contabiliza mais de 800 casos de Covid-19.

Entre as cidades mais famosas, Urupema é a única sem nenhum caso da doença. A ocupação de leitos de UTI continua no limite. Os hospitais de Lages, Nosso Senhora dos Prazeres e Tereza Ramos, que são referência para região, estão com 95% de ocupação nos leitos de UTI Covid.

Confira as principais mudanças nas cidades turísticas da região:

São Joaquim

Decreto nº 254/2020 prevê o fechamento dos hotéis, pousadas e vinícolas da cidade a partir desta terça-feira (21), os pontos turísticos já tinham sido fechados. Restaurantes só podem funcionar em sistema delivery e os bares não podem abrir. O comércio em geral está funcionando, mas cumprindo as regras sanitárias e a limitação de ocupação de 40%. As medidas valem até 30 de julho. Barreiras sanitárias estão acontecendo nas duas entradas da cidade.

Urupema

Decreto nº 048/2020 determinou o fechamento de todos os pontos turísticos da cidade até o dia 30 de julho. Entre eles, está o Morro das Antenas famoso pelo congelamento no inverno e a cascata que congela. Barreiras Sanitárias também estão sendo feitas na entrada da cidade.

Bom Jardim da Serra

No fim de semana o prefeito Serginho Rodrigues tinha decretado Lockdonw, mas nesta segunda-feira (20) voltou atrás e através do decreto nº 112/2020 autoriza a abertura do comércio local. Pousadas, hotéis e pontos turísticos, como o Mirante da Serra do Rio do Rastro, continuam fechados. Os restaurantes podem funcionar só em sistema delivery. Essas novas medidas valem por 15 dias.

Urubici

O decreto nº 2582/2020 continua valendo, portanto a cidade está em Lockdonw. Estão funcionando somente os serviços essenciais como farmácias, supermercados, postos de combustíveis e com restrições. O turismo está fechado na cidade.

Fonte: NSC

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Eliete Squerzzato Bechi, em Saúde

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.